COMO RECEBER FEEDBACK DE FORMA EFICAZ?


Por Amie Gavinho

"Feedback is the breakfast of champions.”
 Ken Blanchard

As pessoas são inspiradas e motivadas por feedback positivo e construtivo. Mas nem sempre é fácil receber feedback, ou porque a chefia e os colegas não têm o hábito de o dar ou porque é dado de forma destrutiva, crítica e acusatória.

O feedback construtivo torna-nos mais conscientes daquilo que fazemos e de como o fazemos. Ao recebermos feedback é-nos dada a oportunidade única de alterar e ajustar os nossos comportamentos de forma a sermos mais eficazes e eficientes, que no fundo, é aquilo que procuramos – crescimento e desenvolvimento pessoal.

Para que cada ocasião de feedback seja aproveitada da melhor forma, veja as nossas sugestões/ dicas:

1. Mentalize-se que o feedback é um presente que lhe é dado e Agradeça! Recorde-se que todo o feedback pode ser útil, mesmo o feedback negativo. Agradeça – diga "Obrigado(a) pelo feedback!”

2. Seja receptivo. Procure adoptar uma postura aberta e interessada, sendo receptivo a novas ideias e opiniões diferentes. A verdade é que existem várias formas de fazer a mesma coisa e quando adoptamos uma atitude de aprendizagem podemos deparar-nos com as mais variadíssimas surpresas. Podemos aprender todos os dias!

3. Prepara-se previamente. Nas situações em que sabe que irá receber feedback ou em que o procure, pode preparar-se previamente. Avalie o seu trabalho e as suas ideias de antemão. Considere quais foram os pontos fortes e as melhorias possíveis do seu próprio desempenho. Prepare questões específicas para obter feedback sobre aquilo que pretende.

4. Escute o feedback que lhe é dado. Oiça aquilo que lhe estão a dizer, sem interpretar, sem interromper ou se justificar. Escute atentamente a informação que lhe estão a dar sem julgar o conteúdo nem fazer suposições do que virá a seguir. Conseguirá absorver melhor a mensagem se estiver concentrado em ouvir e compreender. Se estiver na defensiva a preparar a sua "retaliação” para cada argumento é provável que perca informação relevante para o seu desenvolvimento.

5. Peça ajuda e sugestões. Se lhe disserem que fez algo de forma incorrecta ou que teve um mau desempenho procure encontrar soluções. Peça ajuda para encontrar alternativas para as dificuldades. Diga, por exemplo: "Pode indicar-me o que acha que teria funcionado melhor?” ou "O que sugere que faça de diferente…?”

6. Tome notas. Sim, é realmente importante que anote o feedback que lhe é dado. É frequente reagirmos de forma emocional ao recebermos feedback e tal poderá dificultar a escuta e memorização daquilo que nos é dito. Ao tomar nota, poderá criar algum distanciamento do feedback, especialmente se for negativo ou dado de forma crítica. Se tivermos apontado o que nos disseram poderemos rever as notas e reflectir de forma mais ponderada sobre as especificidades do feedback.

7. Confirme que compreendeu o feedback. No fim, quando tiver escutado tudo o que lhe disseram, faça um resumo daquilo que entendeu serem as áreas de melhoria. Coloque questões para eventual clarificação, se tiver dúvidas. Diga, por exemplo: "Então as áreas principais nas quais me devo focar são…” ou "Se bem entendi, para a próxima devo…”

8. Faça a sua reflexão e plano de acção. O feedback é como uma luva. Até poderá vir bem embrulhado e empacotado mas não significa forçosamente que lhe sirva. Avalie a qualidade do feedback que recebeu, as consequências de o ter ou não em consideração, e decida o que quer fazer com o mesmo. A forma como reage e aquilo que faz com o feedback é escolha sua. Se, após consideração cuidada decidir que não concorda com o feedback ou que não lhe é útil, poderá solicitar uma segunda opinião. Se concluir que o feedback lhe acrescenta valor, planeie como poderá incorporá-lo no seu desempenho.

9. Faça o follow-up. Nas situações em que faça sentido dar seguimento ao feedback que recebeu procure fazê-lo comentando com a pessoa que lho deu o impacto que teve consigo, assim maximizará os benefícios do presente que lhe foi dado.

voltar